Lançamento do livro “Revisiting Vygotsky for Social Change”

Pensadores contemporâneos e pesquisadores de diferentes partes do mundo envolvidos na realização do desenvolvimento humano empregam a teoria de Vygotsky para lidar com os novos desafios sociais que surgem em um mundo global, mas profundamente dividido (Santos, 2000; Souza e Santos, 2008; Martín-Baró, 1998). Os capítulos deste livro lançam luz sobre os princípios iniciais de Vygotsky adicionando perspectivas críticas e sociais como uma forma de expandir seu legado às necessidades contemporâneas globais, como uma reflexão crítica da perspectiva da mudança social, dinâmica social e desenvolvimento humano, situações ético-políticas de poder de ação, relação dialética do ser humano com a sociedade, contradições nos eventos dramáticos da vida de um indivíduo e consciência do ambiente social para mudar ativamente as formas de vida existentes.

Adolfo Tanzi Neto is head of the Department of Anglo-Germanic Languages, College of Languages and Arts, at the Federal University of Rio de Janeiro (UFRJ). He is a researcher in the Interdisciplinary Graduate Program in Applied Linguistics (PIPGLA-UFRJ) and leader of the Nucleus for Studies and Research of Vygotsky School in Applied Linguistics (NUVYLA/CNPq). His research interests are in the fields of discourse and social practices as for human constitution and development, in the dimensions of cognition, semiotics, symbolic, and aesthetic sense. His interests are related to social activism, linguistic mobility, social change/justice, identity and agency based on critical and dialectical epistemologies of the Socio-Historical-Cultural Activity Theory.

Fernanda Liberali is a teacher educator, researcher and professor at the Pontifical Catholic University of São Paulo, in the English Department, in the Program of Graduate Studies in Applied Linguistics and Language Studies and in the Graduate Program in Education: Education of Educators. She is one of the leaders of the Research Group / CNPq / PUC-SP Language in Activity in the School Context and an advisor to CNPq and FAPESP. Within the framework of Socio-Historical-Cultural Activity Theory, her main research interests are related to teacher education, teaching-learning, multimodal argumentation, and multilingualism/bilingual education.

Manolis Dafermos is an associate professor in the epistemology of psychology in the Department of Psychology at the University of Crete. His interests include cultural-historical psychology, critical psychology, the history of psychology, and methodological and epistemological issues in the social sciences. He is the author of Rethinking Cultural-Historical Theory: A Dialectical Perspective to Vygotsky (2018) in addition to being the author or co-author of papers and chapters in various journals and collective volumes focusing on dialectics and its significance for social research.

Para mais informações (clique aqui)

Site da Peter Lang: https://www.peterlang.com/view/title/70161?format=HC

Marcado com: , , ,
Publicado em livros

Documentário: Lev Vygotsky

Documentário dirigido e produzido por Valerie Lowe dedicado a contar um pouco sobre a vida e obra de Lev Vygotsky. A produção conta com a participação de estudiosos, amigos e familiares como: Michael Cole, Yrjo Engestrom, Lois Holzman, Vera John-Steiner, Alex Kozulin, Gita Vygotskaya, Tamara Lifanova, James Wertsch, entre outros.

Publicado em Sem categoria

Profa. Fernanda Liberali discorre sobre a atual situação de pandemia a partir dos conceitos de Vigotski, Bahktin, Espinosa e outros

Em entrevista, a Profa. Dra. Fernanda Liberali (PUC-SP) realizou uma análise sobre a situação da pandemia do COVID-19 a partir dos conceitos desenvolvidos por Vigotski, Bahktin, Espinosa e outros autores de perspectivas críticas e decoloniais. A professora considera os conceitos de necropolítica, proposto por Mbembe, e necroeducação como fundamentais para uma análise profunda da contemporaneidade.

“[…] estamos falando dessa situação desesperadora que demanda das pessoas lançarem mão de tudo o que elas tem de potencial construído ao longo de suas histórias […] para que a gente construa o futuro de uma forma libertadora, igualitária e justa.”

Fala da Profa. Fernanda Liberali durante a entrevista

Site da Cultural Praxis: http://culturalpraxis.net/wordpress1/2020/10/19/fernanda-liberali-revisita-vygotsky-pelas-perspectivas-da-pandemia-de-covid-19-e-da-decolonialidade/

Marcado com: , , , , , ,
Publicado em evento

Nova edição da Revista Brasileira da Pesquisa Sócio-Histórico-Cultural e da Atividade

Em seu segundo volume, n.1, de 2020, a Revista visa fortalecer, uma vez mais, a multiplicidade de perspectivas e saberes desenvolvidos em diferentes áreas do conhecimento, reunindo produções que abordem questões teórico-metodológicas relacionadas a resultados de pesquisas teórico-bibliográficas, empíricas, experimentais e histórico-documentais. Os temas das produções aqui apresentadas estão voltados à pesquisa científica em processos de ensino-aprendizagem, terapêuticos e processos educativos para o trabalho em instituições educacionais, formais e não-formais, sustentadas em pedagogias da escola histórico-cultural com embasamento nas epistemologias críticas.
Site da REVISTA: Clique aqui

ARTIGOS

  • Grupos online em Contextos Educacionais: uma oportunidade para Argumentação – Fernando Rezende da Cunha Junior, Michalis Kontopodis e Bert Van Oers
  • Desenvolvendo possibilidades em um Mundo Superdiverso: Ativismo Social Escolar Transformativo – Fernanda Liberali e Adolfo Tanzi Neto
  • Manifestações de Contradições em Atividade de Formação Continuada: o caso de um professor de física do ensino médio – Silmara Alessi Guebur Roehrig e Maria Lucia Vital dos Santos Abib
  • A Arte da Música e a Consciência da Particularidade das Emoções: análise psicológica da atividade musical à luz da Teoria Histórico-Cultural de Vigotski – Patrícia Lima Martins Pederiva
  • A Integração Sociocultural de Imigrantes: um estudo de caso de subjetividades envolvidas no Coral Hamaca (DF) – Isadora de Lima Branco
  • Os Impactos da Alienação do Trabalho sobre o Reflexo Psíquico Consciente – Izabelle Cristinne Rizental Garcia e João Henrique Rossler
  • A Comoção Planetária frente à Implacável COVID-19: o emergir da finitude humana e da felicidade – Francisco Estefogo
  • Resenha do livro Repensando a Teoria Histórico-Cultural: uma perspectiva dialética a Vigotski, de Manolis Dafermos – Priscila Nascimento Marques

Para acessar os artigos: Clique aqui

Marcado com: , , , , ,
Publicado em Revista Científica

ISCAR SUMMER UNIVERSITY 2020

Caros estudantes de doutorado e jovens pesquisadores(as), as inscrições do Seminário On-line Especial de Verão do ISCAR (ISCAR Summer University) sobre Psicologia Histórico-Cultural estão abertas até 5 de junho de 2020.

Aproveite para se inscrever e vivenciar um ambiente de profundo aprendizado e compartilhamento de experiências, motivador e transformador, desenvolvido juntamente com professores e pesquisadores de todo o mundo!

Evento Gratuito

Data: 6 a 8 de julho de 2020

Para inscrições:

(1) Carta de motivação

(2) Resumo do Projeto de Pesquisa

(3) Currículo Vitae

Para mais informações, acesse: http://iscarschool.com

Marcado com: , , , , ,
Publicado em eventos

Eventos na USP com o Prof. Dr. Eduardo Negueruela-Azarola

O Centro Interdepartamental de Línguas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP) promove nos dias 05 e 06 de março de 2020 a palestra “Teoría sociocultural y desarrollo de un segundo idioma” e a mesa redonda “Vygotsky in Second Language Learning Research: some reports from English and Spanish”, com o Prof. Dr. Eduardo Negueruela-Azarola (Universidade de Navarra, Espanha).

Diretor do ILCE desde 2016, O Prof. Negueruela-Azarola nasceu em São Paulo (Brasil), cresceu na Espanha e se formou em filologia na Universidade de Valladolid. Concluiu a pós-graduação nos EUA, obtendo seu doutorado em Linguística Aplicada em Espanhol e Teoria Sociocultural, em 2003, pela Pennsylvania State University.

A proposta do Centro Interdepartamental de Línguas, por sua vez, é apresentar propostas diferenciadas, com que cursos trazem como foco as necessidades do aluno, sejam essas o desenvolvimento de uma competência específica na língua – caso dos cursos voltados unicamente para a leitura, comunicação e produção escrita – ou a abordagem da língua a partir de uma área específica do conhecimento.

Confira mais informações do evento abaixo:

Marcado com: , , , , , , , , , ,
Publicado em evento

Prof. Herculano Campos convida para o ISCAR 2020

✨ISCAR 2020✨

Professor Herculano Ricardo Campos – Presidente do VI Congresso da Sociedade Internacional de Pesquisa Histórico-cultural e da Atividade – convida a todos(as) para o evento que acontecerá de 24 a 29 de agosto de 2020, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, Brasil.

Mais informações:

Marcado com: , , , ,
Publicado em evento, eventos

Escola de Verão 2020 – Teoria da Atividade

University of Leeds, Leeds, England.

Entre os dias 9 e 12 de junho de 2020, na cidade de Leeds, Reino Unido, acontecerá o “Activity Theory Summer School”. O evento é voltado a estudantes de doutorado e pesquisadores em início de carreira que buscam se aprofundar os seus conhecimentos sobre a Teoria da Atividade utilizando-a para realizar pesquisas e intervenções em diferentes contextos.

A Summer School conta com a importantes pesquisadores da área como Yrjö Engeström, Clay Spinuzzi, Annalisa Sannino, Stan Karanasios e David Allen, que conduzirão workshops aonde os participantes poderão explorar conceitos fundamentais e visões emergentes sobre a Teoria da Atividade. Isso permitirá a todos os presentes não apenas vivenciar o treinamento de maneira mais efetiva, como também incentivar novas redes de pesquisa entre instituições e pesquisadores.

Dúvidas: narti@lubs.leeds.ac.uk

Marcado com: , , ,
Publicado em evento

Lançamento do 2º número da Revista Brasileira de Pesquisa Sócio-Histórico-Cultural e da Atividade

*Editorial Volume 1.2 2019: A expansão da Teoria da Atividade no Brasil, produzido pelas professoras Dra. Adriane Cenci (Universidade Federal do Rio Grande do Norte), Dra. Manoela Lopes (Universidade Federal do Amapá) e Dra. Mônica Lemos (University of Helsinki).

A Teoria da Atividade, ou Teoria da Atividade Histórico-Cultural, popularizada internacionalmente como CHAT (Cultural-Historical Activity Theory), tem se expandido em diversos países e encontra solo fértil no Brasil. Em nosso país, temos observado sua expansão em diferentes áreas de pesquisas e atuação como por exemplo, ensino, saúde e trabalho.

Esse número temático destaca pesquisas fundamentadas na tradição de pesquisa russa, tendo Vygotsky e Leontiev como principais expoentes e na tradição finlandesa, com os estudos de Engeström e pesquisadores do Center for Research on Activity, Development and Learning – CRADLE.

Ao longo dos últimos anos, pesquisadores brasileiros têm procurado conhecer cada vez mais e se aprofundar nesta teoria por meio de cursos de formação continuada, cursos de pós-graduação, webminars, estágios, intercâmbios e parcerias, em especial com o CRADLE, na Universidade de Helsinki.

Considerando o contexto brasileiro, os conceitos estudados ganham novas dimensões em nossas pesquisas. Os sujeitos e os contextos das investigações impõem propor contornos nacionais (contornos históricos, políticos, econômicos, sociais e culturais) na apropriação das tradições russas e finlandesas. Os textos reunidos neste número temático representam um pouco da expansão e da diversidade da produção da Teoria da Atividade no país.

O número abre com texto de TOMAZ que analisa como um estudante Indígena do povo Maxakali aprende a gerenciar o dinheiro de uma bolsa de estudos, lidando com a contradição entre o uso do dinheiro, segundo o modo de vida e os códigos linguísticos Maxakali versus a lógica de mercado, mediada por gêneros discursivos hegemônicos da racionalidade ocidental.

No segundo texto, SILVA e MATTOS analisam a codocência com estagiários e supervisor (professor da turma), no contexto do estágio supervisionado de Física, apresentando um estudo de caso. Indicam que a codocência pode fazer frente às dificuldades frequentemente percebidas nos estágios, possibilitando a emergência de ações do estagiário como professor da turma.

SOUZA e TOMAZ, no terceiro artigo, discutem o desenvolvimento de agência de quatro professoras das quais foi requerido preparar os alunos para exames de avaliação externa. Essas professoras, preocupadas com as aprendizagens importantes para a vida dos alunos, coletivamente reorganizam o trabalho pedagógico para atender as demandas da avaliação externa sem deixar de ensinar aquilo que consideravam importante.

O quarto texto do número traz a análise de VILAS BOAS, CAPILHEIRA e CENCI sobre uma intervenção formativa, inspirada no modelo do Laboratório de Mudança, realizada com grupo de professores, coordenação e direção da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Pelotas para, coletivamente, refletir, desenvolver e implementar um novo currículo para o Curso de Medicina. Os dados da intervenção foram analisados com base nas ações de aprendizagem expansiva.

SILVA, AVELLAR e FISCHER, no artigo que segue, também apresentam dados de uma intervenção com o Laboratório de Mudanças. Ela foi realizada em uma escola municipal com a participação de dois técnicos de segurança do trabalho, professores, gestores da escola e pesquisadores-mediadores. As autoras discutem o aprendizado dos técnicos de segurança do trabalho escolar sobre a relação entre sua atividade, cujo objeto é a melhoria das condições de trabalho na escola e prevenção de doenças, e a atividade dos professores.

No sexto texto CAMPOS, GALLON e BECKER apresentam um estudo de caso sobre o processo de construção de um Projeto de Desenvolvimento Social no setor de reciclagem envolvendo ONG, Empresa e Cooperativa. No artigo, as autoras buscaram compreender as tensões e as ações de aprendizagem expansiva ocorridas na construção do projeto, e destacaram a mudança de significado do objeto da atividade: de lixo para resíduo.

O número encerra com CAMILLO e MATTOS refletindo sobre a expansão da Teoria da Atividade na Educação em Ciências no Brasil. É um ensaio teórico organizado a partir de diversos estudos apontando as características que as pesquisas em Ciências vieram assumindo. Os autores questionam onde estaríamos e qual nosso papel na expansão da Teoria da Atividade no país.

Almejamos que os textos aqui reunidos possam contribuir para a expansão das pesquisas e para a expansão da própria Teoria da Atividade, fortalecendo a perspectiva teórica bem como potenciais articulações.

Clique aqui para acessar o 2º número da Revista SHC

Marcado com: , , ,
Publicado em Sem categoria

V Conferência Internacional de Psicologia Cultural

Profa. Dra. Maria Virgínia Dazzani

A V Conferência Internacional de Psicologia Cultural ocorrerá nos dias 26 e 27 de março de 2020 na Universidade Federal da Bahia (UFBA). A conferência, organizada como parte do projeto “Sob o signo da pobreza: dinâmica psicossocial e educacional de pessoas em grupos sociais desfavorecidos econômicos na perspectiva da psicologia semiótica cultural”, com apoio financeiro do CNPq e PAEP/CAPES, e coordenada pela professora Maria Virginia Dazzani em colaboração com os professores visitantes Pina Marsico e Luca Tateo, reunirá estudiosos para discutir as idéias atuais e emergentes que podem expandir a nossa compreensão sobre o Ser Humano.

Profa. Dra. Pina Marsico

Os principais eventos do programa serão as palestras do professor Jaan Valsiner (Universidade de Aalborg), professora Nandita Chaudary (Lady Irwin College, Nova Délhi), professor Paul Rhodes, (Universidade de Sydney); professora Tatsuya Sato (Universidade Ritsumeikan, Japão) e professora Ana Cecilia Bastos (Universidade Federal da Bahia).

A conferência aceitará contribuições teóricas e empíricas que apresentarem um avanço substancial no campo.

Alguns exemplos não exaustivos do tópico de interesse da conferência são:

  • Dinâmica psicossocial e de desenvolvimento de pessoas marginalizadas, com foco especial nas pessoas de grupos sociais desfavorecidos
  • Teoria, metodologia e epistemologia da Psicologia Cultural
  • Descolonização de estudos em Psicologia Cultural
  • Teorias e metodologias inovadoras para o estudo de contextos educacionais
  • Diálogos transdisciplinares com a psicologia como ciência dos seres humanos
  • Dinâmica do desenvolvimento nas arenas da atividade humana: fronteiras, transições, curso de vida, liminalidade

As taxas de participação, a serem pagas na inscrição da conferência, são:
· R$ 20 (US $ 5) para estudantes de graduação
· R$ 50 (US $ 12) para doutorandos
· R$ 200 (US $ 43) para professores

Prof. Dr. Luca Tateo

Solicita-se aos participantes que enviem um resumo de uma única contribuição (incluindo todos os nomes, afiliação, contato e títulos de contribuição com 5 palavras-chave) ou uma sessão temática (5 apresentadores + 1 debatedor, incluindo todos os nomes, afiliação, contato e títulos de contribuição com 5 palavras-chave) até 30 de dezembro de 2019 para: vconferenceculturalpsychology@gmail.com; com o assunto “Submission to VCCP”.

As propostas serão revisadas por pares, devem ter entre 250 e 700 palavras e o idioma transcultural oficial da conferência será o inglês, mas as apresentações podem ser em qualquer um dos idiomas da América Latina (português, espanhol, guarani, quíchua etc.), desde que os apresentadores possam dar a tradução para o inglês. A aceitação das propostas será notificada até 20 de janeiro.

Mais informações no site: https://vconferenceculturalpsychology.blogspot.com/

Marcado com: , , , , , ,
Publicado em evento
Bem-Vindo(a) ao ISCAR Brasil

Aqui você encontrará informações sobre pesquisas, eventos e publicações relacionadas à Teoria Sócio-Histórico-Cultural e da Atividade. Esse é um site produzido e organizado coletivamente, por isso precisamos da sua ajuda para desenvolvê-lo.

Para enviar notícias, informações, materiais e sugestões, entre em contato pelo e-mail: divulgacaoiscarbrasil@gmail.com

___________________

Representante da Seção Brasileira:
Prof. Dr. Adolfo Tanzi Neto

Responsável técnico do site:
Guilherme Siqueira Arinelli

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se aos outros seguidores de 49

ISCAR Internacional